quinta-feira

Preguiça

A preguiça me prendeu, me impediu
me roubou linhas, versos, estrofes todas
uma manhã inteira.

"Isso não é direito", pensei num salto
e disse: "vá pro inferno preguiça!"

ela me riu toda saliente, dona de mim, dona do mundo
bocejou larga,
como não coubesse fazer outra coisa,
riu outra vez, agora com desprezo, passou a mão na minha bunda
e acabou o poema.